CAPTADORES ALNICO E CERÂMICO: DIFERENÇAS

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Clique na foto acima para aumentar a imagem.

Semana passada um cliente nosso esteve aqui e nos explicou a diferença visual entre um captador de alnico e um cerâmico, ele nos escreveu esse belo texto!

Na imagem ao lado à esquerda temos o captador de alnico com suas "pontas" como se tivessem sido mal cortadas. Na direita o cerâmico, com as pontas "certinhas" e arredondadas. Essa é a princiapal dica e a maneira mais fácil de se verificar se o captador é alnico ou cerâmico .

Captadores e seus Principais Tipos de Imãs

Coração dos captadores das guitarras elétricas, os principais tipos de imãs utilizados são:


Cerâmicos ou de ferrite – são imãs compostos de ferro, apresentando grande “saída” ou seja, produzindo um som robusto-cheio e forte. Em geral, equipam guitarras de baixo custo, por serem baratos, não produzindo nenhum timbre
especial, exceto quando utilizam-se imãs de grande qualidade que equipam os captadores de bobinas duplas (humbucking) encontrados em guitarras acústicas e semi-acústicas de alto nível ( ex. Classic 57’ ; Seymour Duncan 59);



Alnico – são imãs produzidos a partir de ligas de Ferro - Alumínio - Níquel e Cobalto, ou seja , aço com elementos de liga. Os primeiros imãs de Alnico datam de 1930, antecedendo assim a criação das primeiras guitarras de corpo sólido. Utilizados tanto em single coils quanto em humbuckings, possuem “saída” inferior aos imãs cerâmicos, em compensação, produzem aquele som “estalado” de uma boa strato ou maravilhosos sons “timbrados” e cheios de harmônicos quando equipam uma boa semi-acústica;


Como identificar “ no olho“ um single coil de Ferrite e um de Alnico ?


Ferrite – superfície com corte plano e bisotado (corte em ângulo nas bordas) e cobertura superficial protetora ( zinco; níquel ou cromo ) tornando os pólos com aparência polida e brilhantes. Em geral todos os seis imãs de um single coil cerâmicos apresentam a mesma “altura” , ou expostos nivelados horizontalmente, relativamente à “capinha” plástica do captador;



Alnico – superfície com corte plano não tratado ( sem bisotamento ), ou seja, com bordas e sem polimento. Em geral é possível ver as ranhuras produzidas pelo disco de corte no metal. Cor característica de aço “cru” – levemente acinzentado. Não recebem cobertura superficial e apresentam pólos desnivelados horizontalmente;


Outros Imãs Utilizados :


Imãs de Neodimium – São chamados de super-imãs e produzidos através da combinação de 03 elementos :- Neodímio – Ferro – Boro. É o tipo de imã mais moderno e potente ora disponível, possuindo as melhores propriedades eletro-magnéticas. São muito suscetíveis à corrosão, assim apresentam sempre, tratamento superficial (zincagem ou niquelagem); Em termos de preço, somente são superados pelos imãs de Samarium – Cobalto. Aplicados geralmente em captadores single coils, a pastilha do imã de neodímio fica “ensanduichada” entre dois pinos de aço cromado/bronze. Produzindo intenso fluxo magnético, superior aos Cerâmicos e Alnicos, os captadores de Neodímium geram timbres limpos com boa potência de saída e sem chiados.




Imãs de Samarium-Cobalto - São produzidos com a liga Ferro-Samário-Cobalto e conhecidos pela combinação Sm-Co. Apresentam excelentes propriedades eletro-magnéticas e grande fragilidade mecânica, assim devendo-se evitar choques e quedas dos imãs/captadores.

Os captadores de Sm-Co apresentam, bom nível de saída, boa timbragem e boa resistência à corrosão sendo em geral os mais caros do mercado. Conseqüência de serem os imãs de Sm-Co os mais caros dentre todos os outros.



Rio de Janeiro, 05/06/2010


Célio Mauro Marques
Engº Metalúrgico

2 comentários:

Pedro Morgado disse...

Muito boa a explicação!

Mas tenho uma dúvida. Eu posso utilizar captadores cerâmico com alnico numa mesma guitarra? Por exemplo, numa Strato HSS, posso usar um H cerâmico juntamente com os SS em alnico?

Abraço!

Isaura Mattos disse...

Pedro Morgado sim, sem problemas! Geralmente utilizam-se os cerâmicos para a ponte o alnico p/ o neck. De boa, a minha guitarra é assim.

Postar um comentário

 
Prof. Beto Laureano | by BARRAMUSIC ©2012